PESQUISA: CURTA-METRAGENS

Coloque entre aspas duplas (eg.: "Jorge Furtado")
Loading

18 de jan de 2000

2000

tst

17 de jan de 2000

1990's


Clandestina Felicidade

16 de jan de 2000

1980's


Instrumentos Africanos: Bira Reis, o especialista: Na Feira do Interior 1988, que reuniu em Salvador atrações dos diversos municípios da Bahia, o mestre Bira Reis apresenta sua pesquisa sobre curiosos instrumentos africanos.

Partido Alto: Com raízes na batucada baiana, o partido alto sofre variações porque, ao contrário do samba comprometido com o espetáculo, é uma forma livre de expressão e comunicação imediata, com versos simples e improvisados, de acordo com a impiração de cada um. Partido Alto é uma forma de comunhão, reunido sambistas em qualquer lugar e hora pelo simples prazer de se diverti.

A Voz da Felicidade: Muita confusão no diálogo absurdo entre um apresentador de TV e uma dona de casa ocupada com trágicos aspectos de sua existência.

Artesanato da Bahia: Madeira, Palha e Cerâmica: Na Feira do Interior 1988, que reuniu em Salvador atrações dos diversos municípios da Bahia, artesãos de cerâmica, palha e madeira apresentam seu trabalho.

Ilhéus, memórias de Gabriela: O internacionalmente famoso cabaré da ilhéus cacaueira dos anos 20, do romance Gabriela Cravo e Canela, de Jorge Amado, é retratado no stand da cidade apresentado na Feira do Interior 1988, que reuniu em Salvador atrações dos diversos municípios da Bahia.

Capinam mostra expressões da Cultura Afro-Bahiana: Na Feira do Interior 1988, que reuniu em Salvador atrações dos diversos municípios da Bahia, o poeta baiano Capinam selecionou, reuniu e apresentou um conjunto de manifestações da Cultura Afro-Bahiana.

As Cobras - O Filme: Animação das tiras de Luis Fernando Verissimo apresentadas por um urubu.

O Brinco: Uma teia de relações clandestinas é desmascarada por um simples brinco que vai parar na orelha errada. Baseado num conto de Luis Fernando Verissimo.

Animando: As várias técnicas de animação no cinema, em filme realizado em parte nos estúdios do National Film Board do Canadá.

Tem Boi no Trilho: Um bezerro abandona a boiada, atraído pelo trem que passa pelo sertão em seca. O que parecia um trágico desastre, porém, cede lugar a um final inesperado.

Trecho do show da antológica Mara Maravilha: Trecho da apresentação/show de Mara Maravilha na Feira do Interior 1988, Salvador, Bahia.

Treiler (A Ultima Tentativa): Treiler de uma suposta super produção de animação gaúcha, que obviamente jamais será produzida.

Tzubra Tzuma: Uma nave em formato de passáro sobrevoa vários lugares com diferentes crenças e religiões.

Velhinha de Irajá - Sertão da Bahia: Pitoresca encenação da vida rural de Irará, no sertão da Bahia, é apresentada na Feira do Interior 1988, que reuniu em Salvador atrações dos diversos municípios deste estado.

A Tradição da Tecelagem do Pano-da-Costa: A saudosa tradição afro-bahiana da tecelagem do Pano da costa é apresentada na Feira do Interior 1988. O evento reuniu em Salvador atrações dos diversos municípios da Bahia.

Abismo de Espumas: Homem decide se matar jogando-se do alto de um penhasco "à beira mar", mas um bêbado que mora entre as pedras no local interfere nos seus planos.

Carne de Bode não pode faltar: Na Feira do Interior 1988, que reuniu em Salvador atrações dos diversos municípios da Bahia, a carne de bode não ficou de fora.

Festival de shows musicais na Feira do Interior: Na Feira do Interior 1988, que reuniu em Salvador atrações dos diversos municípios da Bahia, três palcos de shows em atividade simultânea apresentaram um verdadeiro festival de shows de grupos locais e de expressão nacional. Neste curta reunimos um apanhado de clips de shows como Banda Cheiro de Amor, Luis Melodia, Chitãozinho e Xororó, João Bosco, Gal Costa, Jorge Ben Jor, Escowa e Máfia, Titãs e Margareth Menezes.

Memórias de Lampião - Paulo Afonso: Na Feira do Interior 1988, que reuniu em Salvador atrações dos diversos municípios da Bahia, o pessoal da cidade de Paulo Afonso encena suas memórias sobre o cangaceiro Lampião.

Trecho do show Cabeça Dinossauro, dos Titãs: Trecho do show antológico Cabeça Dinosauro, dos Titãs, na Feira do Interior 1988, Salvador, Bahia.

The MASP Movie - O Filme do MASP: O dia em que o MASP, enfurecido com um grupo de turistas, cria vida e sai para um catastrófico passeio pela cidade.

S. O. S. Brunet: Fim de tarde redação da revista "Afinal". Cláudio faz uma verdadeira festa porque está prestes a fotografar a nova entrevistada de Ahmed, nada mais do que Luiza Brunet.

Dov´è Meneghetti?: O mais famoso personagem da crônica policial paulistana na década de 1920, Gino Amleto Meneghetti, se notabilizou pela agilidade com que saltava os telhados durante as fugas, pelo conhecimento de joalheria e principalmente, pela irreverência com que tratava a polícia paulistana.

Meow: Um gato esfomeado fica sem leite, e é convencido a tomar um certo refrigerante. Será ele mais uma vítima da globalização? Terá ele salvação?

Por Dúvida das Vias: Uma estagiária de Jornalismo faz sua primeira reportagem em uma repartição pública, perdendo-se nos meandros burocráticos.

O Reino Azul: As atribulações de um tirano que, para fugir do tédio, decide pintar todo o seu reino de azul.

O Natal do Burrinho: O filme retrata a triste e solitária vida de um burrinho, até que ele é surpreendido por um acontecimento.

O Macaco e o Candidato: Solon, o candidato ecológico, ganha Alex, o macaco, e o transforma no simbolo de sua candidatura à Prefeitura. Alex, por sua vez, transforma a casa e a vida de Solon.

Garota das Telas: Para alcançar a mulher de seus sonhos, existem amantes capazes de viajar através de todos os gêneros e estilos cinematográficos.

Frankenstein Punk: A história de Frank, uma criatura diferente, nascida ao som da música "Singing in the rain", que parte em busca da felicidade.

A Mulher do Atirador de Facas: O amor é uma faca afiada, que fere, corta, zune veloz com o rumo nem sempre preciso.

Trancado por Dentro: História de um personagem tetraplégico vivendo entre a realidade e a imaginação. Revelando suas angústias trancado em seu próprio universo.

Barbosa: Rapaz volta a 16 de julho de 1950 para tentar evitar a falha do goleiro Barbosa, que tirou a Copa do Mundo de Futebol do Brasil em plena inauguração do estádio do Maracanã.

Belmonte: O filme refaz a trajetória de Belmonte, considerado um dos mais importantes caricaturistas do país nos anos 20. Foi em 1925, na Folha da Noite, que criou Juca Pato, personagem que o consagrou. Belmonte não poupava os políticos e suas mazelas, o que fez com que fosse perseguido pelo Estado Novo.

Veneta: Proletários são explorados por burgueses no interior de um gigantesco prédio-robot. A situação fica cada vez pior até que um dia eles tomam uma atitude.

Mentira: Um marido pacato e fiel percebe que uma mentira cabeluda pode ser mais segura que a verdade inocente. Baseado num conto de Luis Fernando Verissimo.

Eh Pagu, eh!: O filme conta um pouco da vida e da obra de Patrícia Galvão, a Pagu. Casada com Oswald de Andrade, participou do Movimento Antropofágico. Jornalista, escritora e tradutora, entre outras coisas, ficou presa por quase cinco anos durante a ditadura Vargas por ser militante do PCB.

O Dia em que Dorival Encarou a Guarda: Todo homem tem seu limite, e Dorival resolve enfrentar a tudo e a todos para conseguir o que quer. A história da luta desigual de um homem contra um sistema sem lógica e sem humanidade.

Ilha das flores: Um ácido e divertido retrato da mecânica da sociedade de consumo. Acompanhando a trajetória de um simples tomate, desde a plantação até ser jogado fora, o curta escancara o processo de geração de riqueza e as desigualdades que surgem no meio do caminho.

Brincando: Bertoldo sai às ruas em busca de extrair do imaginário cinematográfico das pessoas, argumentos, idéias, cenas... O roteiro foi construido à partir de diálogos improvisados com os trauseuntes. O curta é mesmo resultado de situações e diálogos inusitados.

15 de jan de 2000

1970's

Veredas de Minas: Depoimentos de Manuelzão, Zito e outros personagens do criador de Grande Sertão: Veredas, sobre o romancista e o mundo do qual escolheu o material para a sua obra criadora. E sua posse na Academia de Letras, dias antes de sua morte.

Di Cavalcanti Di Glauber: Titulo Original: "Ninguém Assistiu ao Formidável Enterro de sua Quimera, Somente a Ingratidão, Essa Pantera, Foi Sua Companheira Inseparável."

Moreira da Silva: Documentário musical focalizando a figura ímpar do compositor e cantor Antonio Moreira da Silva, o popular Kid Morangueira, o inventor do samba de breque, que aos 70 anos está em plena forma de terno de linho branco e chapéu panamá, interpretando seus antigos sucessos em locais-cenários freqüentados pela antiga malandragem como o Morro de São Carlos, o Hipódromo da Gávea, o Cinema íris, a gafieira Elite e outros que marcam a imagem do Rio de Janeiro como o Pão de Açúcar.

O Aleijadinho: Um inventário da vida e da obra de Antônio Francisco Lisboa, o artista mais expressivo do Brasil colônia. Nascido em 1738 na antiga Vila Rica, hoje cidade de Ouro Preto (MG), cedo tornou-se conhecido pelas originais concepções técnicas e artística que introduziu em seu ofício de escultor. Além das obras realizadas em Ouro Preto, trabalhou também em Tiradentes, Congonhas do Campo, Sabará, Mariana e outras cidades vizinhas, mesmo acometido por uma doença que o deformou, mas que não o impediu de continuar sua obra monumental e comovente. Baseado em texto e roteiro de Lúcio Costa.

Mão Mãe: Homem nasce e cresce sob a tutela de uma imensa mão.

Missa do Galo: Uma estranha conversação entre D. Conceição e seu jovem hóspede, Nogueira, à espera da Missa do Galo.

H.O.: Cone Teatro Nô focalizando a obra do artista plástico carioca Hélio Oiticica, com texto poético de Haroldo de campos.

O Universo de Mojica Marins: Documentário sobre a vida e a obra do ator, diretor e produtor paulista JOSÉ MOJICA MARINS, penetrando em seu estúdio e mostrando o seu mundo: a origem de ZÉ DO CAIXÃO... O choque fascinante de um primitivo contra o cinema, em plena era de viagem à lua...

O Guru e os Guris: Documentário sobre Maurice Legeard (1922-1997), o mítico fundador do Cinemateca de Santos, e sua paixão pelo cinema. Crítico e realizador, Legeard foi ainda um dos gurus do cineclubismo brasileiro como atividade de vanguarda. O Guru e os Guris, "para além dos belos planos da cidade praiana tem situações memoráveis como a seqüência numa mesa de bar repleta de cervejas reunindo várias pessoas e o cineclubista afirmando com a voz bastante alterada que a bebida nunca atrapalhou o seu trabalho" (Arthur Autran).

Álbum de Música: Música de Pixinguinha, Almirante, Ismael Silva, Nelson Cavaquinho e Cartola. Gilberto Gil e Macalé comentam o filme. Depoimento de Nara Leão e Nelson Motta sobre a Música popular Brasileira.

Chorinhos e Chorões: O Chorinho, música chorosa e sentimental, surgiu no final do século XIX e tem sua origem ligada ao músico Joaquim Antônio da Silva Calado. Gênero cujo repertório derivou da polca, tem como instrumentos característicos a flauta e o bandolim. Os mais conhecidos chorões foram Pixinguinha, Benedito Lacerda, Patápio silva e Altamiro Carrilho, na flauta; Luperce Miranda e Jacob Bittencourt, no bandolim.

Os Mutantes: Uma brincadeira mutante improvisada por Arnaldo Dias, Sérgio Batista e Rita Lee, Os Mutantes, num dia único pelas ruas de São Paulo.

CHEGOU A TUA HORA: Copacabana, 1975: da janela de seu apartamento na Av. Atlântica, um franco atirador mata indiscriminadamente. Censurado no Festival Universitário de 1975.

Martinho da Vila, Paris, 1977:As andanças do sambista Martinho da Vila em Paris, 1977, registradas pelo cineasta Ari Cândido Fernandes. Ao som de "Canta, Canta, Minha Gente" e de sua versão em Francês, o curta registra uma viagem profissional de Martinho da Vila a Paris. Primeiro país a se encantar com sua música, depois das nações de língua portuguesa, a França foi pouco a pouco conquistando a simpatia do compositor.

ONE NIGHT ON GAY STREET: New York, 1975, Gay Street, West Village. Um traficante, um viciado.

FLIT: Deitado em seu leito de morte, Oto recebe sua última aspirada com uma bomba de flit.

Bolivar Bolivar: Em 8 de dezembro de 1971 foi re-inaugurada a (não mais existente) Peixaria Bolivar, em Copacabana, com as mais modernas máquinas sobre os mais vistosos balcões. A freguesia comparece em massa para ver as novidades, entre elas uma sonora banda e gente fantasiada. Destaque para a produção de arte, figurino, elenco e trilha sonora.